OK, muito se diz sobre currículo por aí.

Mas vamos ser práticos?

 

O que de fato pode pegar o olhar de um recrutador? Listamos algumas dicas para te ajudar a chegar lá.

Importante: essas dicas também podem ser incorporadas no seu LinkedIn. Desde já. Mãos à obra!

1. Dê ênfase para as suas conquistas. Quando descrever suas experiências passadas, destaque COMO você resolveu os problemas e agregou valor para a empresa.

Comece com frases do tipo: “Aumentou”, “Iniciou”, “Solucionou”ou “Desenvolveu”; essas palavras poderosas te levarão além da simples descrição das tarefas – mostram como você gerou resultado.

 

2. Quantifique seus sucessos e a magnitude das suas responsabilidades.  Números pulam em um CV. Identifique o que é crucial para o seu departamento: volume de vendas, margem de lucro, doações geradas, savings, parcerias ou algo além? Encontre o que era mais relevante para a área e calcule a diferença que você (ou seu time) fez. Por exemplo, você pode incluir frases como “Desenvolveu nova política de Relações Públicas que levou ao incremento de doações em 60%.”

Você também pode incluir números para mostrar o tamanho do budget, sua equipe ou o número de clientes que estavam sob sua responsabilidade. Esses números vão demonstrar a dimensão das suas responsabilidades.

3. Destaque prêmios e reconhecimentos. Demonstrar que outros reconhecem suas contribuições pode influenciar – e muito. Inclua uma categoria de prêmios/reconhecimentos se você puder preencher com algo.

 

4. Mostre que você foi um líder determinado e um team player. A maior parte das organizações valorizam liderança e trabalho em equipe. Quando estiver descrevendo suas últimas conquistas profissionais, tente incluir exemplos de como cada trabalho demandou essas qualidades de você. Incorpore palavras que demonstrem sua liderança formal e informal, como “Liderou”, “Colaborou” e “Mentorou” se puder.

 

5. Prepare o Currículo para a vaga. Destaque habilidades, conquistas e responsabilidades que mais estão relacionadas com a empresa para a qual você está aplicando. Para fazer isso, encontre palavras-chave da vaga que você está aplicando e incorpore no seu currículo. Você também pode considerar incluir um resumo no topo do seu currículo para fazer essa referência.

 

6. Considere incluir uma sessão de “Habilidades Principais”. O uso de palavras chave é cada vez mais importante, uma vez que as triagens de currículo estão ficando cada vez mais automatizadas.  Os sistemas estão programados para identificar e rankear  algumas palavras chave (tipicamente, as utilizadas para descrever experiências passadas). Portanto, listar algumas das suas habilidades principais pode ser uma questão de sobrevivência para que seu currículo avance.

Aqui, alguns exemplos utilizados para a área de Finanças:

Orientado a detalhes, com experiência de sete anos em contabilidade.

Habilidades

SAP  – Gestão de Riscos – Desenvolvimento de Budget
Contas a Receber – Avaliação de Ativos – Gestão do Fluxo de Caixa –
Contas a Pagar

 

7. Traga evidências de contínuo desenvolvimento. Inclua uma sessão de treinamentos, certificações, e desenvolvimento profissional.

 

8. Pense no seu currículo como uma peça um bom comercial. Como mencionado, destaque suas conquistas com palavras chave e números, para levar os olhos do recrutador ao que realmente interessa. Garanta que a informação importante está no topo do seu CV (na breve descrição, logo após a informação básica) para que não passe desapercebido

 

 

 

E se quiser séries especializadas em Currículo e muito mais, dê uma espiadinha na Meu Entrevistador.

 

Leave a comment