Como você performa em uma entrevista pode fazer ou romper suas chances de estar contratado. Isso não é sobre como você responde perguntas – sua linguagem, atitude e a forma como você se porta também estão sendo analisadas.

O LinkedIn recentemente conduziu uma pesquisa avaliando com potenciais gestores: “Quais ações, atitudes e comportamentos te fazem desqualificar um candidato?”

Utilizando resultados da pesquisa, a autora bes seller e contribuidora CNBC Suzy Welch quebra abaixo os cinco principais “assassinos de entrevista” que podem instantaneamente acabar com suas chances de conseguir aquele emprego.

1. Se vestir… mal.

Como você se veste é a primeira coisa que os recrutadores vão notar, antes mesmo de você abrir a boca para responder uma questão. Por essa razão, 60% dos entrevistador dizem que eles desqualificariam um candidato por não se vestir adequadamente.

“Atualmente, é perfeitamente OK aparecer usando um jeans e uma camiseta se você estiver aplicando para uma vaga em uma empresa de tecnologia com três funcionarios que acreditam que moletom é se vestir formalmente.”- diz Welch.

Fora isso, os candidatos precisam estar atentos para estarem dentro do padrão esperado – em termosde vestimentas – daquela cia.

“Sua roupa demonstra que você está ligado na cultura da empresa e – tão importante quanto – que você entende a força da dinâmica de contratação”, acrescenta Welch. “Eles são os compradores. Você, o vendedor.”

Quando na dúvida, ela afirma que é sempre melhor errar por mais do que por menos.

2. O Clássico: atrasos

 

De acordo com Welch, estar atrasado para uma entrevista é um alarme vermelho que aponta para os recrutadores que eles não poderão contar com você.

“Minha regra número 1 é dizer OI para a recepcionista 10 minutos antes da hora marcada para a entrevista”, ela diz.
Se sua entrevista é em um lugar desconhecido da cidade, não será nada mal dirigir até lá ou ir até lá um dia antes para garantir que você está entendendo onde precisa estar no horário no dia da entrevista.
Atrasos inesperados – como dificuldade para estacionar – podem acabar com seu plano de chegar no horário.

Essa tática pouco usada vai minimizar suas chances de atraso.

3. Falar mal do atual emprego

Independente do quão horrível é seu atual chefe, resultados do LinkedIn apontam que os recrutadores dispensam candidatos que falem mal dos seus empregos atuais ou passados.
“Dizer coisas como, ‘Meu chefe é um babaca’ ou ‘A empresa onde trabalho tem produtos horríveis’, demonstra sua imaturidade”, aponta Welch.

Sim, você pode ter que explicar o por quê de estar procurando outro trabalho, mas Welch recomenda que você aborde essa questão pelo seu desejo em crescer e impactar em uma novo posição. E não ir pelo outro lado.

4. Se vangloriar das suas conquistas

Há uma linha tênue entre discutir uma conquista relacionada à seu trabalho, ou falar de uma conquista de forma arrogante simplesmente por que foi uma conquista impressionante.

Por exmeplo, Welch diz que se você se formou como aluno #1 na sua faculdade, a forma de mencionar isso não é dizendo “Meus pais ainda não acreditam que eu me formei em primeiro na minha classe da USP.”

Ao invés disso, ela menciona que você deveria discutir suas conquistas acadêmicas e como elas podem se relacionar ao seu trabalho. Se não há correlação entre elas, não há necessidade de mencioná-la. Apenas inclua no seu CV. Os recrutadores estarão satisfeitos em vê-las no papel.

5. Usar o celular

Um ruído sonoro do seu celular pode quebrar sua conexão com o entrevistador – e indicar que você não está 100% focado.

Para evitar esse tipo de interrupção, Welch afirma que você deve sempre desligar o seu celular ou colocá-lo em modo avião antes da entrevista. Se você não o fizer, ela diz que isso pode ser facilmente visto como “prioridades equivocadas”.

Não faça do processo de entrevista mais desafiador do que já é. “Evite esses assassinos de entrevista como se sua carreira dependesse disso”, diz Welch. “Porque depende.”

 

Suzy Welch é cofundadora do Jack Welch Management Institute e notória jornalista de negócios e palestrante.

Saiba mais em: https://www.meuentrevistador.com.br

Leave a comment